domingo, 31 de agosto de 2008

Todo homem é uma dupla


Apesar de ter uma sólida formação científica e uma quantidade razoável de leituras em diferentes áreas que tentam explicar o comportamento humano, muitas vezes eu cedo à tentação de formular teorias estapafúrdias que preencham lacunas que a ciência, com todo seu rigor e lentidão, ainda levará décadas para conseguir. Ainda que não devam ser levadas muito a sério, não deixam de ter seu valor prático, nem que seja o de tornar a vida mais divertida. Embora alguns dos leitores possam enquadrar os outros ensaios na mesma categoria, quando eu mesmo considerar a teoria estapafúrdia, sinalizarei no marcador da postagem. Vamos à primeira delas: todo homem é uma dupla.

O homem, entendido aqui como indivíduo do sexo masculino, é uma dupla formada pelos seguintes elementos: Homem Propriamente Dito (HPD) e Seu Respectivo Pênis (SRP). Embora ligados e geralmente muito amigos, cada um tem sua própria vontade e motivação. Às vezes a dupla está de acordo, em outras a discordância é evidente, causando toda sorte de embaraços. Há uma crença popular de que o homem pensa com o SRP. Isso não procede, o homem pensa com o HPD, tanto que nas competições de xadrez o SRP nem participa. O que ele faz é dizer pro HPD: não pense, aja! Eles apresentam hábitos diferentes: enquanto o HPD passa em torno de dezesseis horas desperto e oito dormindo, o SRP passa o dia inteiro e parte da noite adormecido, acordando-se de vez em quando para se espreguiçar e ver se há algo de bom ao redor. Por outro lado, justiça seja feita, por mais cedo que o HPD acorde, o SRP geralmente já está de pé. O HPD pode gostar do inverno ou do verão, já o SRP é completamente avesso ao frio. Enquanto o HPD pode admirar mulheres inteligentes, charmosas, cultas e poderosas, o SRP é mais tosco e curte mesmo as modelos da playboy. Isto justifica o argumento masculino de que compra a revista por causa das entrevistas: o HPD não está mentindo, quem está interessado nas fotos é o SRP, que é quem gosta mesmo de sexo. Quando as mulheres reclamam que um homem não tem sentimentos, na verdade há um equívoco. O HPD pode tê-los ou não, mas a aproximação ter sido decisão do SRP. Se não os tinha, provavelmente a dupla desaparecerá após o SRP se dar por satisfeito. Há casos em que o HPD genuinamente gosta da mulher, mas ela não faz o tipo do SRP, aí a coisa fica só na amizade e é melhor nem forçar outra forma de relação. Para as mulheres, porém, o SRP é a chave da manipulação da dupla: quando os argumentos do HPD forem melhores que os seus, convença o SRP, que ele resolve. Muitas percebem isso logo de início, tentando fazer amizade através de elogios - verdadeiros ou falsos: “Nossa! Nunca vi um grande assim!” Aí ele fica contente e manda que o HPD pare com essas frescuras de pensar e que faça de uma vez tudo o que tão simpática senhorita sugerir. Só que isso tem um preço: se ela começar a negligenciar o SRP, deixando-o na mão, ele se revolta e convence o HPD a pular a cerca. O triste é que o SRP, em regra, vive menos que o HPD. Desfeita a dupla, resta ao sobrevivente carregar o falecido de um lado para o outro até o fim dos seus dias, vivendo o luto e a nostalgia dos bons tempos de amizade.

12 comentários:

Bel disse...

Hahahahaha
Ótimo!
Isso explica pq muitos homens falam do SRP em terceira pessoa, ás vezes até batizando-o por algum nome vexatório! É um outro ser, com vontade própria!!

Yasmin disse...

E eu continuo achando que o homem pensa com o SRP. E continuo acreditando, utopicamente, que existe um HPD HOMEM de verdade que não se deixa dominar pelo SRP.

Anônimo disse...

O tempo passa, voa, mas o drama masculino continua: conseguir uma mulher que lhe dê sem cobrar. Triste notícia: isso não existe. Seja em cash ou compromisso. E dividir a responsabilidade com o próprio pênis não vai aliviar essa pressão: ou o cara se entrega para uma mulher e arca com as conseqüências, ou afoga o ganso aqui e ali, abrindo mão outras filosofias vãs, é um viver o momento e só. Medo de quebrar a cara? Well, caro Watson, daí de cima do muro é vc. não vai a lugar nenhum...

Terra disse...

uahuahuahua..
Muito bom.

Eu também continuo acreditando que existe um HPD que mande no SRP

milu leite disse...

HPD, SRP, só vc mesmo...
mas eu quero protestar: essa divisão é muito conveniente!
bjo

Rafael disse...

Caso não tenha assistido, essa dicotomia aparece, e muito bem caracterizada, no filme As Aventuras do Barão de Münchausen (2001), que inclusive conta com o Eric Idle (Monty Phyton)!

Um final tão triste, não? Emocionei-me! =~~


Yasmin, com certeza existe um HPD por aí que não se deixa levar pelo SRP. O fato é que este "não pega ninguém"!

Anônimo disse...

Que texto em Professor?? Eu diria que vc além de ser um excelente professor, tenho agora certeza de seu talento como escritor. Parabéns pelo Blog.

Bruna Steffani disse...

Isso explica muita coisa...

eddie disse...

Muito bom! De cara me lembrou desse episódio de Seinfeld, na qual o HPD e SRP jogam xadrez.

Vou discordar de quem acha que existe um homem que não se deixa levar por SRP.

Pode até parecer que existam tais seres, contudo acredito que, nestes casos, o SRP seja mais teimoso, logo, mais difícil de se convencer, no entanto, uma vez convencido, ele toma conta.

Paulo César Nascimento disse...

Bel: realmente, a idéia é essa, embora nem todo mundo dê esses apelidos vexatórios para o SRP. rs

Yasmin: utopicamente? Eu estava crente que você já era namorada de um...

Anônimo: é isso aí, "de grátis" não rola.

Terra: pelo que o Eddie mostrou, esse homem existe - pena que é o Seinfeld.

Milu: já encaminhei o seu protesto ao STC (Spremo Tribunal Celestial).

Rafael: esse filme eu não vi, temos que combinar com o Eddie de fazer uma sessão quando você passar pela cidade.

Anônimo 2: muito obrigado! Pena que você não assinou... vai ter gente achando que fui eu que escrevi como forma de auto-promoção. :P

Bruna: sim, não é só o Freud que explica.

Eddie: morri de rir, esse episódio eu não tinha visto. Só a escolha do vídeo é que atrapalhou quem não entende inglês ou não lê em hebraico... rs

Abraços nos meninos e anônimos, bjs nas meninas.

Marques disse...

Isso explica muita coisa..
da até pra escrever um manual para as senhoras e senhoritas que tem que conviver com essa dupla dinâmica, acho q limparia a barra de vcs em algumas circunstâncias...

bom!! De qualquer forma isso não me interessa
deveria haver uma teoria para mulheres e suas idéias estapafúrdias.
isso sim te faria ficar rico,.rsrs

Anônimo disse...

I always motivated by you, your views and attitude, again, thanks for this nice post.

- Norman

 
design by suckmylolly.com