quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Mudaram as estações


Essa idéia de quatro estações nunca me agradou muito, mas dizem por aí que faz bem para as plantas e os animais. Só gosto de primavera; o outono e o inverno eu acho apenas toleráveis. O outono é chuvoso demais, o inverno aumenta a fome, o sono e a preguiça. Acho o verão insuportável:
- um calor infernal esquentando o corpo e a cerveja;
- ventilador soprando uma brisa morna;
- gente mal-educada de férias, ouvindo corno-music no volume máximo;
- nuvens de pernilongos do fim da tarde ao amanhecer;
- milhares de turistas tornando tudo mais caro, lento e sujo;
- transpiramos mais e precisamos de mais banho, mas por causa dos turistas e da má administração, falta água e todos fedem mais;
- todo mundo, inclusive você, fica melecado de protetor solar, depois empanado na areia para assar melhor;
- tem o carnaval, que por si só já daria uma postagem inteira.

Tem quem goste, não vou discutir. Como já sei disso tudo, geralmente estou resignado quando o momento chega. Só que em 2008 as estações resolveram vir embaralhadas: quinze dias de primavera em junho, outono em outubro e novembro, com um toque de águas de março. Em vez de ir a Londres e Veneza, como gostaria, recebi no meu estado (SC) as chuvas da primeira e o alagamento da segunda. Mãe Natureza?! A natureza não quer nem saber! Quem quer saber somos nós... E nem todos.

7 comentários:

Sally disse...

Aqui no Rio temos duas estações:

- Calor infernal

e

- Covendo pra c*ralho

E algumas vezes elas se dão simultaneamente.

E ainda por cima tem os cariocas...

Beijos!
Sally
http://desfavor.blogspot.com/

FlaM disse...

Pois eu espero ávida e comemoro cada entrada de estação. E passo a odiar a estação que termina. Em março eu assino embaixo a tua lista. Agora eu faço outra:
- o prazer do banho se multiplica
- podemos usar sandálias, sapatos abertos, esquecer as meias. Usar havaianas sem meias e as belíssimas e embelezadoras sandálias de salto alto!! (ok, vc não!)
- Dá para dormir sem cobertor e e a gente não morre de frio na hora de tirar a roupa, E não é um horror sair da cama de manhã
- As pessoas ficam mais bonitas ou com uma beleza diferente, e menos doentes
- ficamos mais tempo na rua, e consequentemente mais "sociais"
- gente feliz confraternizando, curtindo a vida
- parece haver mais alegria!
- as belezuras estão mais à vista.
- E tem o mar! o banho de mar...

Alline disse...

Minha relação sempre foi de ódio com o verão, mas de uns tempos pra cá cheguei à conclusão de que a revolta não adiantava. Também me resignei. Todos temos que passar pelo verão, mas eu passo longe do empanado na areia.
A natureza só tá dando o troco. Quem mandou abusarem tanto da pobre coitada?
Beeeeeijo, Paulinho.

Bel disse...

Em Sampa chega a ter as 4 estações no mesmo dia.

Ainda acredito que em um futuro não muito distante vão deixar esse negócio de estações pra lá, a cada dia que passa isso faz menos sentido.

Um dia vou contar pros meus netos: "na época da vovó, tinha 4 estações no ano..."

E eles vão rír da minha cara: "- vovó tá caducando, coisa da idade..."
hahahaha

Paulo César Nascimento disse...

Sally: já morei no Rio de Janeiro, sei exatamente do que você está falando. Pelo menos a praia ficava pertinho de onde eu morava. Aqui em Florianópolis nós temos mais de 40 praias e, de onde moro, não dá pra ir a pé a nenhuma. E ainda por cima tem catarinenses, cariocas, paulistas, gaúchos, mineiros, argentinos, uruguaios, franceses, alemães, japoneses... Bjs

Flávia: tudo na vida tem um lado bom e um lado ruim, menos os discos de pagode em vinil, que têm dois lados ruins. Bjs

Alline: você tem razão, a psicologia criminal já mostra que grande parte dos abusadores sofreu abuso no passado. Bjs

Bel: em Porto Alegre também tinha as quatro estações no mesmo dia, só que várias vezes alternadas. Era preciso sair com o guarda-roupa inteiro a reboque. Bjs

Heleninha disse...

Aqui na minha cidade estamos beirando dezembro num frio de 13 graus. Perdi a conta de quantas vezes esse ano mandei lavar meus casacos pesados à seco, achando que o calor iria chegar e eles poderiam ficar guardadinhos até o ano que vem, e no fim, PLU, tive que tirar os casacos do armário de novo.

A Mãe Natureza pirou!
( e a culpa é nossa =/, pelo menos em partes)

=**

milu leite disse...

adoro verão. adoro praia. adoro areia. adoro mar. melhor pouca ropua do que casacão. muito melhor vento morno do que rajadas congelantes de vento sul. cerveja e vinho dá pra tomar o ano todo.
o problema são as baratas...!
beijo

 
design by suckmylolly.com