quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

De volta ao Universo Paralelo


Sabem aquelas histórias do Cebolinha em que o Louco surge do nada, faz mil peripécias, depois volta para o lugar de onde veio, seja lá onde isto fique? Ou ainda nas histórias em quadrinhos em que há universos paralelos onde o bem e o mal se invertem? Se não sabem, creio que consigam imaginar. Todo mundo, em certa medida, tem eventos bizarros em sua vida, mas uns são mais “premiados” do que os outros.

Já caiu vaso de parapeito de sacada bem do meu lado, quase me matando. Volta e meia bêbados ou loucos vêm conversar comigo (fora do consultório, evidentemente). Em Porto Alegre, em uma mesma semana, perdi contato com o orientador de mestrado (em Londres) no momento em que parecia que teria que coletar os dados pra pesquisa novamente e perderia o prazo, tive uma decepção amorosa, puxaram meu tapete na universidade, fui despejado do muquifo onde vivia (em cima de uma boca de fumo), tive as roupas furtadas na lavanderia e fui amaldiçoado por uma cigana que tentou me extorquir. Já testemunhei um mendigo se limpando após defecar na praia da orla marítima da Av. Beira-mar (em plena tarde). Claro, há outras maluquices em minha vida que busquei voluntariamente, mas aí não entram neste cômputo.

Estava crente de que isso tinha acabado, pois há tempo não me acontecia nada muito esquisito e uma grande amiga pegou de mim a maldição do Universo Paralelo. Pensei que dava pra transmitir a alguém e se livrar, mas foi engano. Hoje eu estava almoçando e um sujeito que nunca vi mais magro bateu no meu ombro, começou a me dar diretrizes de alimentação e exercícios para eu recuperar a forma. O meu prato tinha uns 450 gramas de comida, metade disso salada. Estava tomando chá light. Ele deu conselhos corretos, mas eu nunca vi esse sujeito na vida!!!! Agora, além das testemunhas de Jeová, os vigilantes do peso viraram missionários?! Socorro!!!!

11 comentários:

Alessandra disse...

Oi, Paulinho!
Eu sempre leio teu blog, mas hoje me atrevo a comentar... eu costumo dizer que sou pára-raio de maluco!!! porque comigo sempre acontecem coisas muito estranhas...
pode perguntar pra tua irmã: os seres mais estranhos "cismam" comigo... sempre digo, nessas ocasiões, que "riscou um raio no céu e eu não vi"... pra me preparar... hehehe... bjo!!!

marlise disse...

Paulo, o que mais me impressionou foram os acontecimentos que teve em sua vida naquela semana citada. Depois tudo voltou ao normal? Aquilo não foi brincadeira não... A pergunta é: por que? Como psicólogo é melhor arranjar uma explicação...

Paulo César Nascimento disse...

Oi, Alessandra! Que bom que você lê sempre... e melhor ainda que comentou! Ela já tinha me contado, então tomo o maior cuidado quando eu e você estamos juntos no mesmo ambiente. Sabe lá o que essa mistura pode dar, né? Vai ver foi por isso que o meu sobrinho não me deixou chegar perto da "Lulu". ;-) Bjs

Marlise, se você se impressionou, imagine eu enquanto estava acontecendo. Tinha que voltar ao normal, né? Senão eu surtaria. Como psicólogo, já arranjei uma explicação, mas o sigilo profissional me impede de contar. ;-) Bjs

Lellê disse...

Paulo, já passei por umas situações, também... ora cômicas, outras nem tanto. Uma, estava eu na sala de espera do meu terapeuta, numa crise horrorosa. A sala era enorme. Só tinha eu e uma babá com uma menina Down, no canto oposto ao meu. Não é que a menina atravessou a sala, chegou na minha frente e me deu um tapa na cara? Eu entendi que não era de propósito, pois ela era claramente especial, mas... E eu??? Chorei mais ainda!!!!!
Abraços... E que estes fatos não nos aconteçam mais que o normal, né?

milu leite disse...

hahaha. vigilantes do peso saem e missão!! socuerro.
paulinho, eu também já presenciei cenas engraçadas e a tua história do mendigo me lembrou de uma delas: estava eu parada no sinal de um cruzamento da avenida paulista com uma alameda movimentadíssima em são paulo, quando olho pra dentro do jardim trianon e vejo... um mendigo defecando virado pra rua porque se escondia das pessoas que passeavam pelo parque!
foi surreal. nunca mais parei de rir, acho eu. por isto tenho essa cara cheia de dentes para fora.
beijos, querido
ah! não se aborreça. faça como eu, ande com um nariz de palhaço na bolsa e ponha no seu nariz toda vez que encontrar esses malucos pela frente. garanto que eles desaparecem.

Cécil disse...

Encontrei um amigo de jornada... todos os dias saio do estágio no horário do almoço, rumo ao TICEN (ávida por chegar em casa e comer a comidinha de Mamy)...passando pela Jerônimo Coelho, e todos os dias (todos mesmo) algum infeliz me convida a conhecer um tal de "Espaço Vida Saudável", por traz dele existe uma das mais abomináveis indústrias da lavagem cerebral...uma tal de HerbaLife...

É Paulinho, não é fácil manter essas curvas...hahaha

Acho que vou trocar de itinerário...

Bjokas

FlaM disse...

paulinho, suco de melancia com gengibre pela manhã ativa o metabolismo. Só salada nNao basta! é importante ao menos uma caminhada diára. E fique longe das bocas de fumo, pq larica engorda...

FlaM disse...

Ah, eu tenho um vizinho que aqui em casa só referimos como o "Cagão", nem sei o nome dele. A primeira vez que o vi, foi quando cheguei na minha varanda e ele estava no terreno dele nu agchado vc sabe fazendo o que. Comecei a gritar chamando ele de indecente, porco e etc. Depois foi embora e meu então marido é que teve que ir lá cobrir a "obra".
Pode? Ta bom assim de non sense pra vc?
bj, f

silvia dutra disse...

Oi Paulo. Eu também tenho um imã pra atrair doidos, de vez em quando cruzo com umas figuras engraçadas. Uma vez em Campinas, na casa de minha mãe, parou um mendigo pedindo qualquer coisa. Eu disse que dinheiro não dava, mas podia dar algo pra ele comer. E ele: "pode ser uma salada, com alface, tomate e palmito?" Fiquei tão surpresa, primeira vez que um mendigo ditava o cardápio pra mim, mas ele pediu educadamente e eu preparei a salada. Ele sentou na calçada, comeu com gosto, agradeceu e foi embora feliz da vida. Também ja cruzei com essas figuras que querem me levar pra igreja deles ou pra mesma dieta que eles seguem. Gente chata, não suporto. Seu livro chegou, estou lendo e amanhã vou levar pra biblioteca, pra entrar na coleção. Obrigada, estou gostando.
Bjks

milu leite disse...

paulinho, gente estranha somos nós!
hahaha.

Paulo César Nascimento disse...

Lellê: essa eu cheguei até a visualizar... Totalmente do Universo Paralelo. Bjs

Milu: vou comprar um. rs Bjão

Cecília: você está sendo injusta! A HerbaLife reaproxima você de pessoas que não via há tanto tempo... hehehe
Bjs

Flávia: suco de melancia com gengibre?! Você já testou isso aí? Não pode ser de abacaxi com hortelã? Eu prefiro...
Hábitos estranhos, os desses vizinhos Ehcepmac. Mas chamá-lo de porco indecente não é um certo etnocentrismo a partir dos hábitos de higiene do ocidental civilizado? :P
Bjs

Sílvia: simpatizei com esse pedinte. É minha salada preferida! Que bom que você está gostando do livro! Depois me conte qual o conto que lhe agradou mais. Bjs

 
design by suckmylolly.com