terça-feira, 19 de maio de 2009

A passeio ou a trabalho?


Existem dois tipos de pessoas: as que dividem as situações em dois tipos e as que não o fazem. Eu pertenço ao grupo dos categorizadores, mesmo sabendo que categorias e rótulos são apenas artifícios para facilitar a representação do mundo para as pessoas do meu grupo (e dificultar para as do outro, presumo). No mínimo, evitam que você coloque sal no cafezinho ou açúcar no bife - pesadelo de todo cozinheiro. Isto posto (sem trocadilho), vamos a um exercício de dualismo sem pretensões maniqueístas. Nas situações da vida, podemos estar "a passeio" ou "a trabalho". Quando o pessoal vem a Florianópolis "a passeio", encanta-se e resolve se mudar pra cá. Depois, descobre o outro lado da cidade, só visível para quem está "a trabalho", e começa a reclamar. Quem cozinha uma vez ou outra para conhecidos, está "a passeio". Quem faz o feijão com arroz diário está "a trabalho". Ficantes, recém-namorados e amantes estão predominantemente "a passeio"; cônjuges, ex-cônjuges com filhos em comum e namorados antigos estão predominantemente "a trabalho". Os exemplos poderiam se multiplicar ao infinito, mas a essência aparece aqui: passeio = lazer, leveza, descompromisso com horários e prazos, desejo, prazer, falta de pressa; trabalho = compromisso com horários e prazos, metas, obrigações, disciplina, adiamento de gratificações. Dá para colocar uma pitada de um no outro, como se faz com o sal em alguns doces e com o açúcar em certos salgados a fim de realçar o sabor, mas se passar do ponto, começa a dar problema.

Note-se aqui que a vida envolve os dois momentos / movimentos: "a trabalho" e "a passeio". Quem está sempre a serviço do lazer, despotencializa o seu efeito de aliviar tensões e mergulha em um poço sem fundo de busca por novos estímulos. Quem está sempre "a trabalho", explode ou fica amargo. São aspectos complementares da vida, ambos necessários. O problema é quando o sujeito confunde as coisas e acha que ao transformar seu hobby em negócio, sua amante em esposa ou sua casa de praia em escritório estará ampliando seu espaço "a passeio", quando será exatamente o contrário.

3 comentários:

milu leite disse...

a trabalho ou a passeio? juro que não sei onde me enquadrar...
e tenho certeza de que não é preciso!
bjo

Victor disse...

Onde se ganha o pão (não) se come a carne ?

Paulo César Nascimento disse...

Milu: certamente não. ;-) Bjs

Victor: nesse caso, é melhor ficar só na salada. Abç.

 
design by suckmylolly.com