sábado, 20 de junho de 2009

Senadores de fogo


Nunca li nada escrito pelo José Sarney, mas gosto muito mais dele como escritor do que como político. Pelo menos a chance do meu dinheiro parar na mão dele diminui significativamente: só 10% do preço de capa dos livros que eu comprar. Se bem que os livros comprados pelas bibliotecas públicas do país também seguem caminhos misteriosos...

5 comentários:

Victor disse...

Não foi ele q escreveu "Marimbondos de fogo" ou coisa parecida?
Valheu-le uma cadeirinha básica na ABL...
Será q o fato do cabra ser um dos coronéis do Brasil influenciou alguma coisa???

Raphael Rocha Lopes disse...

No fogo e com marimbondos... ele, claro.

Silvia Masc disse...

Ai, amo ler, mas... adoraria ler o discurso de afastamento definitivo da política, mesmo que nele contivesse as mesmas pérolas do último discurso indecente de.
abraços

milu leite disse...

não li e nem tenho interesse e deve ser porque ele tem essa cara que ele tem e diz as coisas do jeito que diz e fala que não faz coisas que parece que faz.
ergh!
bjo
milu

Paulo César Nascimento disse...

Victor: ele escreveu um monte de coisas. O Millôr se deu ao trabalho de ler pra falar mal, mas eu fiquei com preguiça. Abs

Raphael: seria um tratamento merecido. Abs

Silvia: melhor vc usar seu tempo lendo o meu livro e o do Raphael do comentário acima. Bjs

Milu: realmente, essa coisa dele ser o que ele é dá um certo desgosto. Bjs

 
design by suckmylolly.com