sábado, 20 de fevereiro de 2010

Os sócios do seu nariz

Há um momento na vida de cada pessoa, geralmente na primeira infância, em que ela se dá conta que não pode fazer o que lhe der na telha. Inicialmente é por conta de ser frágil, ignorante e inexperiente, portanto os pais decidem o que é melhor pra ela. Aí começa a ambição de ser dono do próprio nariz: quando eu for adulto, ninguém vai mandar em mim. Isso é uma ilusão. Na vida, o máximo que se consegue é ser sócio majoritário do próprio nariz. Sempre haverá presidentes, juízes, senadores, patrões, clientes, maridos, esposas, filhos, amigos e toda uma gama de sócios do seu nariz, com quem as decisões precisarão ser discutidas e negociadas. Aí o sujeito envelhecerá e, a menos que o dinheiro e a saúde perdurem, voltará a ser sócio minoritário do próprio nariz, obedecendo aos filhos, cuidadores, médicos, geralmente sob protestos e resmungos. Porém, considerando que todos tivemos pelo menos um ancestral escravo, já que a humanidade conheceu milênios de escravidão, ser sócio majoritário do próprio nariz não deixa de ser um bom negócio.

5 comentários:

Alline disse...

E eu que achava que esse meu nariz de batatinha pertencia só a mim... tsc, tsc, tsc... sonha, Alline... rs

Beijo, Paulinho!!!

Mile Corrêa disse...

kkkkkkkkkkkkk
Excelente observação!
É mesmo uma grande ilusão
achar que em algum momento
seremos donos de nossos
próprios narizes!
Muito legal seu blog, até
receita de Ice tem! rs

Paulo César Nascimento disse...

Oi, Alline. Nada, seu nariz é uma S.A. ou, na melhor das hipóteses, uma companhia limitada. Bjs

Mile: obrigado, volte sempre! Bjs

Silvia disse...

E eu crente que era dona do próprio nariz! Não gostei, você acaba de me "desiludir"!

bjsss

Cécil disse...

Pois não é verdade... Só preciso descobrir pq meus sócios não tem dividido os lucros desta "corporation" comigo...

Bjokas

 
design by suckmylolly.com