terça-feira, 1 de junho de 2010

Gramática e dominação

Os verbos irregulares e defectivos nada mais são do que uma forma dos adultos demonstrarem autoridade:
eu, criança, penso que "sabo", e o adulto sorri satisfeito, dizendo que não "sei".

6 comentários:

Raphael Rocha Lopes disse...

É... quanto mais estudo, mais vejo que sabo nada.

Tati Pastorello disse...

Nunca tinha pensado nisso. Faz sentido! hehe
Beijos.

Alline disse...

Isso me faz lembrar do meu sobrinho, quando era menor e dava essa resposta quando perguntado se sabia de uma coisa: "Sabo".
Muito bom!

Beeeeeeeijo

Professores do CESUSC disse...

pois não é que é mesmo? Abração, meu amigo ( e ex-professor, ex-alcoolotra, ex-viado, ex-prostituta, ex-herói, ex-marido... são ficções autonarradas (tentativa de salvação). Ex-professor... Abração, Sandro Sell

Paulo César Nascimento disse...

Raphael: se Sócrates tivesse respondido ao oráculo "Só sei que nada sabo", aí sim eu levaria fé que não era falsa modéstia. Abs.

Tati: dominação é uma coisa assim, subliminar. ;-) Bjs

Alline: é que você não lembra, mas também já "sabeu". Bjs

Sandro: como você mesmo disse, a vida não narrada é um amontoado de acontecimentos. A vida com sentido é sempre uma ficção autonarrada. Abs

milu leite disse...

eu sabo, tu sabóias e eles sabonetam. que tal?
bjos

 
design by suckmylolly.com