segunda-feira, 26 de julho de 2010

Tele-marketeiros que não irão para o inferno

Ainda há esperança! Recebi um telefonema me oferecendo um serviço de internet e a vendedora não ficou repetindo "Senhor Paulo", não usou gerundismo, nem insistiu. Perguntou se poderia deixar o número dela caso eu tivesse interesse após examinar as propostas na página da empresa, ou ainda se poderia me enviar uma proposta específica por e-mail. Ouviu atentamente as condições que me interessavam, tirou minhas dúvidas, tudo isso conversando como uma pessoa normal, depois se despediu com um "Obrigado" e não com "A empresa X agradece, blá-blá-blá". Nada de técnicas de vendas (psicologia do mal), nem de chatice. Não sei se a supervisora irá descartá-la, mas essa menina Cassiana ganhou o meu respeito. 

2 comentários:

Day ♥ anne Louise disse...

Hum... Estranho isso. Certamente a supervisora não percebeu ainda! (rs!).

Brincadeiras á parte, as coisas estão mudando e os novos administradores já estão sendo orientados a focar no marketing de relacionamento. Mais uma jogada pra permanência do sistema.

Dayanne Louise Pereira

Alline disse...

Ela caiu de paraquedas no setor, não deve ser do ramo, está de passagem. Creia, Cassiana não é daquele mundo. ;)

Beijo!

 
design by suckmylolly.com