sábado, 4 de setembro de 2010

Reciclando


Hoje eu estava lavando louça e me dei conta de algumas coisas. Quando compro um pote de iogurte, pago pela embalagem. Depois disso, lavo (gasto água e trabalho de graça) e entrego pra alguém que revende a embalagem que já paguei para que ela seja reciclada e me seja vendida novamente. Se eu jogar fora sem lavar e sem selecionar, alguém terá que catar, lavar e vender para que seja reciclado. Aí, considerando este custo adicional, o fabricante me repassa esse valor no preço do produto, ou a prefeitura no valor do imposto. Ou seja, de qualquer jeito, quem paga sou eu, que só tomo o que tem dentro do potinho. No fim das contas, a mesma embalagem vai e volta para a minha mão e vivo pagando para tê-la de volta. Talvez seja melhor fazermos uma cooperativa de recolhimento de recicláveis e revendermos nós mesmos os produtos ao fabricante. Enquanto isso, nas escolinhas, ensinam o seu filho a ser um consumidor obediente, que compra, limpa, doa e recompra embalagens.

2 comentários:

pedroadavila disse...

Gostei muito do teu "Tratado sobre a embalagem de Iogurte". Se pararmos para pensar...tudo é sempre muito complexo. Binômios...Trinômios...Muitas variáveis.


Grande abraço

Paulo César Nascimento disse...

Pedro: obrigado! Abs

 
design by suckmylolly.com