domingo, 15 de maio de 2011

Comentários tardios para notícias ultrapassadas

Faz tempo que eu não posto, paradoxalmente por estar escrevendo muita coisa para concursos literários. Muitos deles exigem que os textos sejam inéditos, então só serão postados após o resultado. Nesse meio tempo, tive muitas ideias para textos que acabaram datadas, uma vez que se referiam às manchetes recentes. Assim sendo, aí vão os comentários tardios para notícias ultrapassadas.

Bin Laden: é muita coincidência matarem o Osama justamente quando o Obama estava em baixa nas pesquisas de opinião. O corpo dele foi enterrado ao lado de Elisa Samudio, pelo visto. Esse papo de "aconteceu, tenho as provas, mas não posso mostrar" é a mesma coisa que aquele papinho de "minha webcam quebrou" ou "professora, meu cachorro comeu meu dever de casa". Quer dizer, esse último exemplo, no caso do Bola, até pode ser verdade. Cá para nós, eu acho que o Osama estava bem mortinho há anos, mas como ele era um ícone, nem os EUA nem a Al Qaeda tinham interesse em divulgar.

Casamento real: eu não assisti, mas já tem um bom tempo que os casamentos da realeza perderam sua função política. Esse aspecto de aliança entre reinos ou de junção entre a realeza e as igrejas já foi muito importante, mas hoje em dia essas coisas só servem para vender revista. Tanto é assim que o grande aspecto a se analisar na mídia foi quem tinha o chapéu mais ridículo. É por isso que a única realeza que me interessa hoje em dia é a do baralho. "God shave the queen!"

Eliminações de Palmeiras, Flamengo e São Paulo: já faz tempo que a nata do futebol brasileiro vai para o exterior e que camisa não ganha mais jogo. Tirando o Valdívia, o Thiago Neves e o Lucas, não há nestas equipes jogadores significativamente superiores aos que jogam em equipes de médio porte. Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo e Marcão nos deram uma copa do mundo quando tinham boas condições físicas, mas o tempo é cruel e existe hora para pendurar as chuteiras. Esse papo de que o Rivaldo foi humilhado por ficar no banco nada mais é do que tapar o sol com a peneira, quem foi humilhado foi o Marcos, que entrou em um jogo importante sem ter ritmo e levou seis gols. O bom da Copa do Brasil é justamente isso: por ser na forma de mata-mata, a garra conta mais do que a empáfia.

1 comentários:

Wesley Moreira de Andrade disse...

Também concordo com que a notícia da morte foi muito providencial e bem-vinda para o Obama, principalmente que as eleições americanas estão bem próximas...
Parabéns pelo blog!

Wesley Moreira
http://wesleyescritosebesteiras.blogspot.com/

 
design by suckmylolly.com